Home / Criação / História da usinagem – Conheça a história desse setor da indústria

História da usinagem – Conheça a história desse setor da indústria

Desde a Mesopotâmia até a Revolução Industrial, a história das máquinas é muito mais antiga do que parece ser, e mecanizar processos manuais sempre foi um dos desejos da sociedade ao longo dos séculos, e hoje vamos contar a história da usinagem.

Sem toda essa evolução hoje seria impossível que o mundo que conhecemos existisse, sem a presença dessas máquinas operatrizes, mas apenas de serem um ícone da nossa geração industrial, elas têm sua origem junto com as primeiras civilizações.

Se você trabalha nessa área ou quer conhecer mais sobre a história da usinagem, chegou ao lugar certo, e hoje poderá descobrir todas as informações desse setor tão importante da indústria.

Conheça a história da usinagem

As primeiras tentativas do homem de dar forma aos mais variados materiais começaram no fim da pré-história, junto com o ouro e o cobre, já que esses eram os metais mais maleáveis conhecidos e que permitiam sua modelação com mais facilidade.

Em 700 anos a.C o metal que era mais usado pelo homem era o ferro, e quase todo tipo de ferramenta usada esse metal, mas sem nenhum tipo de tratamento especial.

Então a partir do século XVII novas técnicas de modelagem e preparo foram surgindo, garantindo que agora o aço pudesse existir.

Mas foi somente por volta de 1900 que o americano F.W.Taylor conseguiu desenvolver o aço rápido, o que determinou o avanço tecnológico da industrialização e deu início a história da usinagem.

O marco histórico e tecnológico da usinagem

Foi a partir dessa descoberta que a usinagem começou a existir dentro do mercado, mesmo sem esse nome ainda.

Como o aço é composto por 7 elementos diferentes, em sua maioria metais, todos eles estão em uma mesma liga metálica, sendo eles:

  • Carbono;
  • Cobalto;
  • Cromo;
  • Manganês;
  • Molibdênio;
  • Tungstênio;
  • Vanádio.

Esse metal suporta uma temperatura e uma pressão muito grande, assim como o impacto, e por isso é usado de forma frequente na criação de ferramentas que irão usinar outros tipos de metais.

Nessa mesma época as máquinas movidas a vapor surgem, fazendo com que o trabalho que o homem performava fica-se ainda mais facilitado, fazendo com que agora o homem pudesse trabalhar com esse metal sem precisar se esforçar muito.

Logo em seguida disso as máquinas movidas a eletricidades surgiram, e com elas Henry Maudslay, um engenheiro pioneiro no aperfeiçoamento de máquinas, conseguiu aperfeiçoar o torno mecânico, principal ferramenta para o desenvolvimento da história da usinagem.

A usinabilidade dos materiais

A usinabilidade nada mais é do que o nível de dificuldade que um material oferece ao ser usinado, sendo que o principal fator é o tipo de material que será usinado.

Quanto mais compacto for um material e menos maleável, mais difícil a sua usinagem será.

Por isso que os metais mais maleáveis e também as madeiras foram os primeiros materiais a serem moldados pelo homem, fazendo com que outros fatores impedissem que os demais materiais foram descobertos durante a evolução das ferramentas.

Existem alguns critérios principais para determinar a usinabilidade de um material, sendo eles:

  • Força do corte;

  • Potência consumida;

  • Vida da ferramenta.

Assim por meio dessas três condições principais, muitos outros critérios e parâmetros são complementados, fazendo com que usinagem possa existir cada vez mais potente dentro da indústria.

São escolhas como a velocidade do corte, o avanço dessa ferramenta, a rotação, o tipo de insertos, a refrigeração e o material da ferramenta que vão aos poucos modificando a história da usinagem.

Agora que você já conhece a história da usinagem fique de olho em nossos outros conteúdos como os serviços de usinagem CNC, e acesse nosso site http://braniva.com.br/ para descobrir ainda mais possibilidades.

 

 

About Admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *